sábado, 22 de janeiro de 2011

E, Para o Flamengo, Começou Bem o Ano Novo. Pena Que Para o Rio o Ano Tenha Começado Tão Mal.



Com as contratações de Felipe, Thiago Neves e, a mais importante, de Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo se armar, quem sabe, para ganhar quatro campeonatos neste ano, o que seria façanha inédita em entre clubes brasileiros.

Graças ao calendário bizarro dos times brasileiros, a equipe que disputa a Libertadores fica alijada de uma competição nacional. A Copa do Brasil. Já os times que disputam a Copa do Brasil, disputam, além do Campeonato Estadual e do Brasileirão, a Copa Sul-Americana, o patinho feito das competições estrangeiras no cone sul, mas, que ganhou status após classificar seu campeão para a Libertadores do ano seguinte e que, bisonhamente, é disputada após o término da Libertadores, e não durante ela, como acontece com a a Champions League e a Europa League (ex-Copa da UEFA).

O Fla já começou bem o Estadual, vencendo o Voltaço por 2x0, gols de dois estreantes. Vander e Wanderlei. E o melhor, jogando bem, com esquema tático ofensivo, num 4-2-3-1 que lembra (muito mal comparando), o Barcelona e a Seleção Espanhola, campeã em 2010.
E na Copinha (Copa São Paulo de Juniores), tudo bem também. Flamengo na Semi-Final, após despachar os favoritos Cruzeiro, São Paulo e Coritiba, respectivamente os últimos campeões sub-20 da mesma Copa São Paulo, do Brasileiro Sub-20 e da Taça BH.

Mas, novamente, o Ano Novo começou muito mal. Se no ano passado a tragédia foi em Angra, neste ano, foi na Região Serrana. A maior catástrofe natural nacional. Com vários erros dos poderes públicos, é verdade. Prefeituras erraram, a ajuda do Estado foi dificultada, o que chegaria de verba federal para as cidades, via PAC só chegaria neste ano, centros de controle de meteorologia, apesar de serem de primeiro mundo não tinham comunicação com o s municípios, etc...

Até para a Copa e para a Olimpíada sobraram críticas, muito embora não haja nenhuma correlação entre fazerem eventos e preverem catástrofes. E ainda assim a Dilma, Cabral e Pezão foram lá... E não apenas para se solidarizarem.

De qualquer forma, infelizmente temos de lembrar desta que foi a maior catástrofe natural nacional, que destruiu Nova Friburgo, boa parte de Teresópolis, e atingiu Petrópolis, entre outros municípios menores do Estado do Rio, e outros tantos no Sul de Minas e em São Paulo.

O Alcoorooll é “Bebum” mas é do bem. Não é alienado e muito menos insensível. Sentimos pelas irreparáveis perdas. Doamos, na primeira hora, víveres, ainda temos doações por fazer e conclamamos todos que nos lêem a serem solidários e doarem o que puderem as vítimas das enchentes nas regiões serranas do Rio, Minas e São Paulo.

O Flamengo tem recolhido doações, o Vasco da Gama também, entre outros clubes, assim como outros pontos de coleta de doações, como os Batalhões da PM, do Corpo de Bombeiros e a Cruz Vermelha, entre outras instituições, e o (ainda?) jogador do Flamengo, Petkovic (foto).

Arrume seu armário. Sempre tem algo que não te serve mais, mas, que pode servir para alguém que perdeu tudo.

PS: Muito se fala em verbas, mas, um simples carro de som, no município de Areal, salvou muitas vidas nesta catástrofe.

PS2: Até a solidariedade parece esbarrar na burocracia de algumas cidades.

PS3: Alguns postos de doações não mais recebem roupas e víveres de qq tipo, apenas água.


Fonte da Foto: http://1.bp.blogspot.com/_rg7QOKrnc5c/TTDLD_tn4II/AAAAAAAAZrc/Qp0kuBSNgng/s1600/pet%2B14%2B01.jpg

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011


Um Ano Acabou. Viva o Novo Ano.

O ano de 2010 não foi um ano tão bom assim e por isso não deixa nenhuma saudade. Para mim, no campo pessoal, um ano salvo pela minha princesinha, que foi a flor mais bela a florescer na última primavera. No mais, fica o registro de estar com os amigos no show do Manowar. E a maior oferta de cervas importadas (mesmo assim, algumas sumiram das prateleiras dos supermercados, como a Guinness e a Warsteiner Dunkel).

Ainda sobre 2010: Ok. Mais um clube carioca ganhou o Brasileirão. O Fluminense, depois de 26 anos de fila, mas o desempenho do Fla beirou ao patético (qualquer semelhança com o “Patético Mineiro” não é coincidência), o Botafogo quase chegou, mas quase não é suficiente enquanto o Vasco foi apenas medíocre.

A Seleção deu vexame na Copa, mas a CBF (mais uma vez) fez uma cagada daquelas, equiparando títulos anteriores ao do primeiro Brasileirão (1971), misturando ainda “alhos com bugalhos”, “joio com trigo”, ao declarar equiparados campeões de um Taça Mequetrefe com os campeões do Robertão. Diminuiu com isso o valor de ambos, considerados os torneios nacionais pré-campeonato brasileiro, mais importantes, e ainda assim díspares entre si. Tanto que o Palestra Itália de São Paulo venceu ambos no mesmo ano. Porqueria!!

O antes Absoluto Colorado protagonizou uma vergonha incomensurável no Mundial de Clubes (1 º Clube Sul-Americano a não decidir o título mundial contra um europeu). Mabembe foi o clube mais falado no último mundial, vencido, sem grandes dificuldades pela Inter de Milão, cheia de brasileiros, até então comandada pelo Espanhol Rafa Benitez, mas, que agora está sob a batuta do Leonardo (do Fla, do Milan), e que começou bem, com vitória, hoje, sobre a Napoli.

Assim começa o novo ano. Com a Inter (de Milão), fortalecida e rejuvenescida, pelo menos no comando, alguns clubes brasileiros brigando para repatriar Ronaldinho Gaúcho (Fla entre eles), Messi continuando a ser “O Cara” (apesar do pouco rendimento na Copa), Iniesta virtual melhor do mundo (Está entre ele, Xavi e Messi, todos do Barcelona, aliás, melhor time do mundo na atualidade), Nadal e Federer disputando amistosos pelo mundo afora, mas, 20210 foi de Nadal, a F1 sangrando e sofrendo de espasmos pré-morte, com tantas mudanças de regras e tanta polêmica sobre “jogos de bastidores”. De bom, apenas o fato de aumentarem o calendário para 2011.

Resta saber se haverá gente interessada em ver tal evento, dadas as palhaçadas recentes. E a Red Bull conseguiu seu título e fazendo o 2º campeão alemão de toda a história da competição.

No Roquerow, tivemos como melhor show do ano passado o meu, seu, nosso ex-Beatle, Paul Mcartney, e teremos em 2011 o Rock In Rio (meu Rock In Rio Card teve um probleminha para chegar mas já já chega), com direito a Metallica e Motorhead na noite metal, e Red Hot Chilli Peppers na noite Rock, entre as atrações confirmadas.
Além disso, teremos Maiden em março, Ozzy em Abril e Motorhead duas vezes (uma no Rock In Rio 2011, outra antes).

Sobre o U2, em São Paulo, recuso-me a escrever, após passar, duas noites, na frente do notebook, tentando por 3 horas em cada noite, conseguir ingressos, sem sucesso, e saber que esgotaram, apesar de triplicarem as datas em São Paulo e não arrumarem uma aqui no Rio. Eu, como cidadão carioca, recusar-me-ei a ter de me deslocar para assistir um show de rock. Venham a mim. E que acabem com esta hipocrisia de meia-entrada.

E que neste ano que mal começa voltemos a encontrar Guinness, Warsteiner e Carlsbergs em abundância, além das cervas produzidas nas micro cervejarias nacionais.

Assim como, que o Fla, após se reestruturar, tijolinho por tijolinho, renovando o elenco, dispensando um monte de ” mulambo-chupa-sangue” (com exceção do Pet, é claro), consiga ganhar logo o Carioquinha de cara e a Copa do Brasil, para depois alçar vôos mais altos e mais ambiciosos. Se bem que a Copa do Brasil, este ano, conta com a presença do São Paulo e, talvez, vejamos o confronto entre os maiores campeões brasileiros. O Clássico dos Hexas.

Um Feliz 2011 a todos, menos aos Palmeirenses e Santistas que foram equiparados a OCTapetões, sem nunca terem sido (e nunca serão!), e aos torcedores dos times que serão rebaixados no final do Brasileirão 2011 (Para estes últimos um Feliz 2012).

Que 2011 seja repleto de comemorações rubro negras, como esta da foto (fonte: http://topjoy.wordpress.com/2010/12/04/rio-reveillon-2011-praia-de-copacana/reveillon-copacabana-2011/).


Fonte da Imagem: Conforme "post" acima.
PS: E agora temos uma mulher, ex-torturada, presidente. Ou seria presidenta? Que se dane. Viva o Brasil.